Pesquisar

Ocorreu um erro neste dispositivo

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

ETA declara cessar-fogo


Em vídeo enviado à rede britânica BBC, três homens encapuzados do grupo separatista basco ETA anunciaram interromper por tempo indeterminado os ataques armados iniciados há 40 anos. Essa não foi a primeira vez que o grupo garantiu abrir mão da luta armada, e não ficou claro se ela é definitiva.
De acordo com o jornal espanhol El País, os representantes do ETA afirmam que há alguns meses tomaram a decisão de não mais adotar “ações ofensivas armadas” para “por em marcha um processo democrático”. Um dos encapuzados afirma que o objetivo é que, “através do diálogo e da negociação, os cidadãos bascos possam decidir o próprio futuro de forma livre e democrática”.
O grupo ainda diz que “se o governo da Espanha tiver vontade, o ETA está disposto, hoje como ontem, a concordar com condições democráticas”. Ao jornal espanhol, fontes do governo demonstraram cautela diante do comunicado e disseram que o grupo separatista deveria abandonar as armas definitivamente.
Em 2006, o ETA já havia anunciado um cessar-fogo permanente, mas voltou a atacar em dezembro do mesmo ano, explodindo um carro-bomba em Madrid que deixou dois mortos. O ETA é considerado uma organização terrorista pela União Europeia (UE) e é responsável pela morte de 829 pessoas em mais de 40 anos de violência pela independência do país basco.

Texto adaptado: Jornal Publico

Sem comentários:

Enviar um comentário